Estado de São Paulo: Incorporadoras adotam arte e ações sociais

Estado de São Paulo: Incorporadoras adotam arte e ações sociais

Obras costumam ser sinônimos de barulho e poeira, um incômodo para quem mora nas redondezas. Mas, construtoras têm percebido que um toque de arte pode mudar a forma como são vistas essas intervenções urbanas. Tapumes de madeira deram lugar a enormes telas coloridas em canteiros de obra da capital paulista. Na Barra Funda, por exemplo, construtoras patrocinam o grafite que se espalha por postes, muros e até bueiros.

Para as empresas, a recompensa é a eventual renovação da imagem, por meio da arte e de ações sociais, que também têm o objetivo de dar uma ideia de revitalização da área ao redor do empreendimento. Ou seja, incorporadora associa seu nome a iniciativas de recuperação urbana.

No caso do Grupo Coletivo da Barra, promovido pelas incorporadoras Benx e Engelux, foi realizada uma ação social envolvendo o Central da Barra Estilo, empreendimento que foi lançado neste bairro da zona oeste de São Paulo. Juntamente com os edifícios, as incorporadoras apresentam uma galeria a céu aberto no bairro. A curadoria do grupo é feita por Baixo Ribeiro, especialista em arte visual urbana, e Waldic Jatobá, responsável pelo design das obras.

As intervenções artísticas são realizadas em muros, postes bueiros, portões, calçadas e nos tapumes do empreendimento. “A Barra Funda é um lugar cultural, com muitas oficinas, ateliers e negócios criativos. Mas o paulistano nem sempre percebe esse potencial cultural e acaba não aproveitando o melhor do bairro. Sempre achei que isso poderia ser melhor apresentado ao público. Para isso, montei uma equipe de artistas e designers que estão transformando um pedaço do bairro a céu aberto.

Fonte: O Estado de São Paulo, 02/11/2014

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos lançamentos

DESENVOLVIDO POR:7ways